Biografia: Antonio de Aquino


Foi um grande orador sacro de sua época (século XVII). Foi um dos homens mais brilhantes de sua ocasião. Era um homem que conhecia Jesus mais do que ninguém. Adorava Jesus. falar de Jesus, explicar Jesus, dizer Jesus.

Ele era chamado, requisitado; de tanto falar para as pessoas, começou a perceber, que suas palestras só atendiam a uma camada da população, a camada dos ricos, a quem ele socorria.

Antonio de Aquino falava em castelos, ele era um orador chamado pelos reis, pelos príncipes, pelas damas da corte, ele pensava assim: mas estes corações não estão preparados para ouvir a mensagem, estes corações apenas escutam a mensagem, mas não se transformam.

E um dia cansado de falar para tantas mentes que não lhe davam importância, solicitou a um daqueles homens ricos e poderosos que lhe desse um castelo abandonado na beira da estrada, que lhe desse um castelo em ruínas.

E Antonio de Aquino naquele castelo se instalou, e começou a receber quem passava na estrada, a todos os homens sofridos, aos que tinham fome e sede, aos necessitados, quaisquer que fosse e ali então a todos socorria dizendo assim:

- "o faço em nome de Jesus". Ele tinha construído o seu castelo interior, no dizer de Teresa D'avila, a grande trabalhadora do cristianismo, o homem nasceu para ser de Deus; dizia ainda que as regras para sermos de Deus é sermos bons; pensarmos em Deus e convivermos com a espiritualidade.

Antonio de Aquino começou a descobrir seu castelo interior, ele trabalhou a sua realidade, a realidade de seu coração. Que era servir, ajudar, estar presente, socorrer, atender o viajante da estrada, dar o pão, saciar a sede, amorosamente ele atendia a todos; era o seu castelo interior. E naquele momento em que ele passava por toda aquela realidade, a ponto de ficar cego em razão das privações, ele desencarna.

Começa então a construção de uma colônia espiritual na Itália, esta colônia se espalha principalmente para o Brasil, com todos aqueles que ele amparou, socorreu e foram atendidos pelos seus discípulos.

Antonio de Aquino que se instalou no Brasil, no fim do século passado, a partir de 1930, no Núcleo Espírita Cabana de Lysis, no Andaraí, começou a trazer os homens que conhecia, médiuns ou não, trazendo para o Brasil a ideia que ele inicialmente havia instalado na cidade de Pisa. Socorrer ao próximo, elevar o coração, pensar em Deus e na espiritualidade.

Um detalhe interessante da história de Antonio de Aquino, é que ele afirmava que aquele castelo nada mais era do que uma simples cabana. Perante a magnificência de Deus, não existiam castelos, todas as construções, tudo que o homem construísse era simples cabana. Seus trabalhadores, então, eram conhecidos como "os cabaneiros".

A mensagem principal que Antonio de Aquino nos traz, se refere aos conceitos básicos; Deus, Cristo e a prática da caridade, a prática do amor ao próximo.

Outro ponto interessante é que Antonio de Aquino recomenda que cada um faça caridade dentro do seu próprio coração; cresça interiormente para ajudar ao próximo.

A grande característica que Antonio de Aquino traz dentro de si é o amor à Jesus, a prática do bem e a liberdade de ação.

Que cada um construa seu castelo interior.

(informações extraídas de um estudo realizado pelo médium Altivo Carissimi Pamphiro, no Núcleo Espírita Antonio de Aquino ).

Fonte:http://www.neaa.org.br/patrono_4.html


2 comentários:

  1. Grato pelo esclarecimento da biografia de Antonio de Aquino!!!

    ResponderExcluir

Agradecemos a sua participação!