Mantra: OM (A • U • M)


Para o Hinduísmo, é o "som primordial que criou o Universo e permeia tudo. O OM é a forma sonora de Deus."

Também é chamado de Pranava: 'Aquele que é sempre novo', ou seja, que se renova eternamente. 

É constituído por três letras (A-U-M) e quatro unidades de tempo: 

A = representa a Criação do Universo e o nosso estado de vigília; 
U = simboliza a Sustentação e o estado de sonho; 
M = representa a Transformação e o estado de sono profundo, sem sonhos; 

O silêncio posterior à emissão simboliza o Absoluto, aquele que está além desses 3 estados e é a base de toda manifestação. É o chamado 4º estado, a Consciência Pura.(1) 

Mantra é uma palavra em sânscrito e seu significado é: man é mente e tra significa controle. Assim mantra, é a combinação de sons que nos dá o controle da mente, nos sintoniza com a freqüência do amor, nos traz recolhimento e tranqüilidade. O mantra é a palavra cósmica ou vibração sonora cósmica.

O mantra OM é o som primordial que contém todos os outros sons e do qual toda a criação surgiu. Segundo as escrituras indianas, é a sílaba mística, o corpo sonoro de Deus. É a essência interior de todos os mantras. É a palavra sagrada da qual emana todo o universo. OM é uma invocação, uma bênção, é a vibração da própria alma.

Escreve-se AUM, mas se pronuncia OM. É o símbolo da Divindade Suprema. As três letras representam os três aspectos de Deus: Deus Criador, Deus Conservador, Deus Transformador. É a Trindade da Unidade.

Uma maneira fácil e poderosa para purificar a mente, a fala e as ações é repetir o mantra, o nome de Deus. Quando você repete com sinceridade e com regularidade, você obtém os frutos e benefícios desta prática. Com a repetição do mantra você aprende a esvaziar sua mente, limpando-a de tantos pensamentos desnecessários.

Como dizem os sábios indianos: "a eficácia psicoterapêutica do OM é considerada sem limites". O mantra é um grande purificador e elimina a ansiedade e tensões, substituindo a inquietude da mente pela paz e alegria interior.

Experimente agora o poder deste mantra.

Como entoar o mantra OM

- Sente-se em uma posição confortável. Pode sentar-se em uma cadeira, com os pés paralelos no chão ou pode sentar-se no chão com as pernas cruzadas. 


- Coloque as mãos uma em cima da outra em seu colo. 


- Feche os olhos. 


- Inspire e ao expirar entoe o mantra OM... Deixe o som sair bem prolongado... Dê uma pausa para inspirar e expirar e continue...Inspire e expire, ressonando a sílaba OM...


- O som parte da garganta e termina nos lábios cerrados. Entoe o mantra quantas vezes quiser, o tempo que quiser. Entregue-se ao som do mantra OM...

Ao cantar ou entoar esta sílaba sagrada, que é a raiz de todos os mantras, experimente o som da criação ressoando no seu interior. Ao repetir o mantra OM, sinta a energia criadora divina que mora também em seu coração.

Depois fique em silêncio por alguns instantes. Sinta a paz que este mantra traz para sua mente.


Como meditar com o mantra OM.

Leia as instruções e medite por alguns instantes:

- Você pode se sentar no chão de pernas cruzadas sobre uma almofada ou pode preferir se sentar na cadeira com os pés paralelos no chão. Assuma uma postura cômoda. 


- Coloque as mãos para baixo sobre os joelhos ou sobre as coxas, com os dedos polegares e indicadores se tocando.


- Deixe a coluna naturalmente alongada.


- Feche os olhos. Suavize seu rosto com um leve sorriso. Relaxe seu pescoço. Fique em uma postura sem rigidez, sem tensão. 


- Respire naturalmente pelas narinas. Perceba o movimento natural da respiração. Permita que a respiração suavize seu corpo e aquiete sua mente. 


- Repita silenciosamente o mantra OM, sintonizando-o com a inspiração e a expiração... e volte sua atenção para o interior.


- Apenas observe seus pensamentos, sem fazer nada para parar sua mente, sem lutar com ela. Seja apenas um observador, uma testemunha de si mesmo, enquanto respira e pensa no mantra.


- Quando puder, ao inspirar, repita silenciosamente OM... e ao expirar OM...


- Permaneça meditando uns quinze minutos, com o corpo suave e relaxado.

Quando terminar a meditação, volte devagar. Leve sua atenção para a respiração. Inspire e expire. Alongue-se um pouco se quiser. Perceba como está se sentindo mais leve, relaxado e revigorado. Abra os olhos e guarde essa sensação gostosa dentro de você. Deixe que ela se expanda para sua vida.


Com a prática regular da meditação, você purifica o corpo, a mente e espírito. Aquieta sua língua, sua mente e seu corpo e isto leva você a um estado de tranqüilidade e relaxamento. E na medida que você vai meditando, com paciência e persistência, a mente vai se acalmando, e você vai encontrando apoio e força interior para viver mais feliz e em paz. Você fica consciente de sua coragem e faz com ela permeie sua vida cotidiana.

Referências Bibliográficas:
Iniciação ao Yoga. Hermógenes, Ed. Nova Era.
A Yoga da Disciplina. Chidvilasananda, Gurumayi. Ed. Siddha Yoga Dham Brasil.
Os Upanishads-Ed. Pensamento. (2)


Autoria: Emilce Shrividya

Fontes:
(1) http://www.sathyasai.org.br/devocao/oracoes-e-mantras/o-mantra-om.html
(2) http://www2.uol.com.br/vyaestelar/equilibre_se_om.htm













Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos a sua participação!